segunda-feira, 2 de junho de 2014

olhava pro seu rosto
e chorava
na verdade
não sabia o motivo
talvez fosse isso de ser humano

parecia tristeza
talvez fosse

mas faltavam palavras
sobravam lágrimas
olho ardendo

só de te olhar
vinha o pranto
será que você me faz chorar?
ou é a vida mesmo?

nunca entenderei ao certo
o que foram aqueles momentos
pareciam banhos
na alma suja de poluição
do dia a dia, das coisas e pessoas

só sei que agora estamos
leves, livres e lavados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário