quinta-feira, 21 de novembro de 2013

sempre nos amávamos
fosse mastigando lagosta 
ou x-salada
sempre nos queríamos
no colo, no ombro, pescoço e dorso
recebendo/fazendo cafunés
pernas cruzadas e abertas
sempre nos confortávamos
no frio a gente se abraçava
no calor a gente se abanava
estávamos sempre juntos
natal, ano novo, páscoa e carnaval
quarta de cinzas e feriados mal explicados
pra hoje na rua
você não responder o meu “bom dia”
meu “bom dia” que na verdade dizia

– o que você tem feito nesse tempo todo?
– espero que esteja tudo bem com você
– obrigado por tudo, era bom não era?
– como nós mudamos, olhe só para nós
– conheceu alguém bacana?

ainda bem que não respondeu meu bom dia.

2 comentários: