terça-feira, 4 de junho de 2013

arrumei sarna pra coçar 
mas foi no peito
pelo lado de dentro
onde o dedo não toca
não se deixe enganar 
não é amor nem dor
é só coceira mesmo
coisas da vida
incertezas, ônibus cheio
geladeira vazia
um monte de panela na pia
eita coceira doida
que não da pra coçar.

4 comentários:

  1. bonitas poesias,
    o teu blog é muito legal.
    Tenha um bom dia

    ResponderExcluir
  2. Estresse, urticária ao contrario (rs...)

    http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Contra essa coceira, sem eira nem beira
    que começa segunda e vai até sexta-feira,
    tem quem bebe, quem fuma e quem cheira
    eu tomo li(v|t)ros de poesia, garrafas inteiras.

    ResponderExcluir