domingo, 19 de fevereiro de 2017





que saudade de você dentro de mim ou seria eu dentro de você, 
não sei bem, parece que nessas horas nos tornamos um só. 
sem espaços para pensamentos aleatórios, parece que estamos suspensos 
sobre a órbita de um mundo paralelo, onde só existe nossos corpos, 
olhando para nós mesmos. tudo parece tão bom, que precisa acabar logo, 
pois essa sensação carece de pausas, nem tudo poderia ser tão delicioso para sempre. 
é o intervalo que nos faz querer mais, e mais, e mais um do outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário